Asas

Demoramo-nos na sua beleza, Invejamos-lhe a liberdade. Questionamos a simplicidade das suas vidas! Não lhes sabemos os nomes. Desconhecemos-lhe a morada. Escutem! Sim, esse suave rumor. Quase imperceptível, mas, Persistente. São as vossas asas! Batem a medo. Reclamam liberdade. Querem levar-vos daí, Daí, onde já não há sorrisos Daí, onde …

Mulheres que Vivem a Cores

Saímos de casa todos os dias para ir trabalhar e há aqueles dias que se destacam porque não nos limitámos a trabalhar: fomos verdadeiras super-mulheres. Trago-vos o relato desse dia na primeira pessoa, fazendo aqui hoje uma catarse desse momento e recordando-me de como é bom ser-se desenrascado, perseverante e …