Quem Sou Eu?

A Mariana chegou a casa com um trabalho da escola mesmo difícil. Tinha de fazer um desenho de si mesma e, depois, responder à pergunta: “Quem sou eu?”. Com muita atenção fez o desenho com a preocupação de não se esquecer das suas grandes tranças, das sardas que lhe cobriam as bochechas e do seu sorriso sempre gigante. O sorriso ocupou a folha quase toda! Pintou-o com as cores mais vivas que tinha. Depois, veio a pior parte: responder à pergunta. Ela pensou, pensou…. «Posso escrever que sou a Mariana e que tenho 8 anos, mas isso a professora já sabe…» . Decidiu pedir ajuda à mãe.
— Ó mãe, quem sou eu?
— Então, Mariana, és a minha filha linda!
Hmmm, a resposta da mãe não ajudava muito. Telefonou à Joana e fez-lhe a mesma pergunta:
— Ó Joana, quem sou eu?
A Joana riu-se muito. Então a Mariana estava tonta?
— És a minha melhor amiga!!!
Antes da aula de ballet passou pela biblioteca para ir buscar um livro e perguntou à senhora da recepção se ela saberia quem ela era. A senhora, sorridente, respondeu-lhe sem hesitar:
— Uma leitora muito simpática!
No final da aula de ballet perguntou o mesmo à professora e ela disse:
— Uma bailarina muito graciosa!
Os tios e os primos foram jantar lá a casa e ela aproveitou para lhes fazer a mesma pergunta, até porque os deveres estavam ainda por fazer. E eles respondiam: és a minha sobrinha, a minha prima…
A Mariana estava confusa e pensava como era possível ser tanta coisa ao mesmo tempo!
E tu, quem és? 🙂

Agora vamos lá! Pensar com Calma faz Bem à Alma!
— É importante perguntarmos a nós próprios quem somos? Porquê?
— A Mariana achou a pergunta muito difícil. E tu? Porquê?
— Precisamos dos outros para ser alguém?
— Uma pessoa sozinha deixa de existir?
— Somos mesmo o que pensamos ser?

Sê o primeiro dos teus amigos a partilhar esta página!
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.