A Minha Casa e Eu: Arrumação do roupeiro/guarda-vestidos

A Minha Casa e Eu: Arrumação do roupeiro/guarda-vestidos


Dica
: Para mim, serve muito bem a dica de arrumar a roupa da direita para a esquerda (ou vice versa, tanto faz). Ou seja, vou arrumando toda a roupa passada no lado direito do roupeiro. Passado um ano, a roupa que não saiu do lado esquerdo está na hora de IR.

roupeiroPara muitas(os) de nós, os roupeiros são aqueles dispensários de tecidos e fibras várias a que vamos ganhando apego e depois, por apego ou por preguiça, quando “damos por ela” o cabide que temos na mão já só cabe porque empurramos – com força – todos os já pendurados. É nesta hora que sabemos que temos MESMO de dar a algumas peças… outra vida!

O exemplo é para os roupeiros, mas o mesmo acontece com as prateleiras. “Aquela T-shirt esta no fundo há quanto tempo?”

Sugestão do coração:

  • Não guarde roupa à espera que um dia lhe venha a servir;
  • Não guarde aquele colete de croché que NUNCA vestirá mas foi dado pela avó;
  • Não guarde aquela peça que comprou preta, mas que já perdeu a cor de tanto vestir e lavar;
  • As “Peças de coração” permita-se guardar 1 ou 2, não mais!

Onde entregar? É verdade que às vezes pode ser mais uma dificuldade, mas aqui ficam algumas dicas:

  • Paróquia (normalmente sempre ligadas às IPSS);
  • Consulte o site da sua Junta de freguesia;
  • Banco de bens doados – http://www.entrajuda.pt/;
  • ou até pode mesmo dar a familiares e amigos.

Não se apegue à roupa. Dê ar ao seu roupeiro e arranje espaço para coisas novas.

Aproveite a dica e siga para a gaveta dos acessórios, onde vai encontrar coisas jurássicas e aqueles brincos verdes que comprou e agora percebe que nem te roupa daquela cor… 🙂

Viva a Cores! 1000px-heart_corazon-svg

Spread the love
0