Mudar ou ser Mudado? (ou “O Não Reconhecer que a mudança é precisa”)

Ao longo do tempo fui-me percebendo que mudamos quando estamos prontos e não quando os outros “acham que”.
E que não podemos mudar os outros quando apenas nós vemos essa necessidade de mudança na maioria das vezes não reconhecida pelo outro.

Mas mudar parece tão simples, palavra de 5 letras pequena sem grande sentido porque na verdade mudar é bom, mas o que nunca me ensinaram é que a sua pequenez traduz pouco o que na verdade ela simboliza, traz, transmuta, devolve, retira, coloca, repõe, redirecciona,…
Tantas, mas tantas palavras que a pequena palavra mudar traz consigo.

Nunca ninguém me disse que não basta querer mudar, tens de sentir que precisas mudar. Ao longo do tempo muitas foram as vezes que quis mudar, que quis ser diferente, fazer diferente, fazer mais, outras menos, fazer grande, ou simplesmente não fazer. E sim fiz muitas mudanças – imensas talvez – tantas que de algumas nem me lembro. Outras que me mudaram o rumo inicialmente tomado e desconheço as tantas outras que irei tomar. Mas sabem, nada nem ninguém, nem nós próprios nos prepara verdadeiramente para a mudança.

Eu já mudei de casa, de amores, e de desamores, de roupa, de gostos alimentares, de gostos musicais, de vontades, de lugares, mas nunca tinha verdadeiramente mudado. Claro que mudei de forma de estar, de ser, disto e daquilo muitas das vezes (talvez a maioria) por força das circuntâncias mas agora,… Neste agora estou a aprender a mudar em consciência, por querer, porque chegou a hora de me assumir e não apenas de mudar porque a maré assim mo obrigou.
Agora estou no leme da minha Vida.
E agora percebo que mudar pela mudança de maré é mais fácil porque a própria mudança de maré te obriga a fazer essa mudança, mas quando tu a decides fazer sem teres uma desculpa para a sustentar ai sim, tu estás no topo dessa montanha sozinha(o), olhando para ti como o Guerreira(o) da tua Vida olhando para ti sem mascaras, olhando somente para a tua verdade.

E quando isso acontece não vai ser mais fácil, será sim mais verdadeiro, descobres alguém que nem sempre conheceste descobres alguém que te faz feliz descobres alguém que sempre te sorri, descobres alguém que te abraça mas na verdade esse alguém sempre esteve lá mas nunca te deste a oportunidade de te conheceres de te descobrires de te veres de te olhares.

Não vais deixar de caminhar, não vais deixar de chorar, não vais deixar de querer…, mas vais saber que tu existes que tu estás lá, porque na verdade te encontraste,… nesse cume da montanha onde sempre estiveste e onde em algum momento te separaste de ti correndo atrás do outro, o que tu não sabias é que esse outro está em Ti.

Porque afinal TU és a pessoa mais importante da TUA VIDA!!!
Vanda Santos

Spread the love
  • 11
    Shares