Os meus dois primeiros conselhos para começares um Voluntariado

Começou um novo ano, 365 páginas em branco de um “caderno” com cheirinho a novo!

Se alguma das tuas 12 passas foi, de alguma maneira, ligada a Voluntariado – fazer algo de bom pelos outros, sem esperar nada em retorno (embora, a meu ver, exista sempre retorno, e é fabiloso 🙂 ) – então, este pequeno texto é para ti!
São várias as maneiras que temos de ajudar e as opções são mais que muitas.

Os meus conselhos:
1º – Pensa numa área que te diga algo!
Gostas de animais? Adoras crianças? És contra o desperdício alimentar? Se calhar gostarias de ajudar a alimentar alguém…ou simplesmente adoras ler…

2º – Quanto tempo tens para te entregares ao voluntariado sem que isso entre em conflitos com outros afazeres diários, e sem que te cause stress?
O voluntariado não tem de ser em dias fixos, semanalmente, a horas fixas…há várias formas de adaptar a nossa agenda. Se temos um pouco mais de tempo, ou gostamos que seja algo regular, podemos optar por uma situação com horários mais fixos mas há sempre opções mais esporádicas, que contribuem sempre para ajudar alguém.

No site http://bolsadovoluntariado.pt/ podes encontrar várias oportunidades nas mais diversas áreas.
Como parte da minha vontade de dar, e uma das minhas passas, vou também dando a conhecer várias instituições ou pedidos de colaboração pontuais que estão sempre a aparecer! 😀

Sê a mudança que queres ver no Mundo – Mahatma Gandhi

Spread the love