Voluntariado: ajudar sem sair de casa

Olá a todos,

Nesta altura que temos de nos resguardar em casa e aproveitar o tempo para nos reinventarmos, reconectar com nós próprios e/ou com a nossa família, é ainda mais necessário o voluntariado.

Em vários artigos anteriores já tinha dado hipóteses de ajudar sem sair de casa:

  1. Vem aí novamente o IRS e, anualmente, poderão escolher uma organização para ajudar. Se não conhecem nenhuma, a Autoridade Tributária tem uma lista de organizações para as quais poderá consignar 0.5% do valor.
  2. Se conhecerem empresas que utilizem no dia a dia máscaras, luvas ou outro material descartável que, neste momento é tão necessário aos nossos profissionais de saúde, há várias entidades a fazer estas recolhas. Uma é, por exemplo o Admissions Office do Instituto Superior Técnico que reuniu a equipa e os seus contactos para angariar estes materiais. Para mais informações contactar covidajudar@gmail.com.
  3. Pode ainda ajudar um vizinho, alguém que não tenha tanta possibilidade de sair de casa. Quando forem às compras perguntem se ele necessita de algo, tragam as compras com a maior protecção e deixem à porta.

Só para concluir, quando tudo isto passar (que vai passar 🙂 ) optem por comprar português, por fazer férias em Portugal, por apoiar pequenas empresas que irão necessitar ainda mais do nosso apoio!

Por enquanto, fiquem em casa, mantenham a vibração energética positiva e protejam-se e protejam os outros.

Tudo vai correr bem!
Joana Salgueira

Spread the love
  • 8
    Shares