Carla Soares: Síndrome de Depressão Pós-Férias

Irritação, cansaço, obrigações, compromissos, regresso à rotina e horários, obrigações, mau humor, alterações do sono e do apetite, contas para pagar. São estes os sinais da ansiedade e de síndrome pós-férias.
Para reduzir estes sintomas e regressar ao trabalho de forma mais equilibrada, não descures os seguintes conselhos:

1. Antecipa a fase irritativa

Se já sabes que o regresso ao trabalho, reuniões e stress te vai trazer ansiedade, previne-te. Guarda os últimos 3 dias de férias para a chamada “fase adaptativa”, onde reorganizas os teus horários de descanso e sono e as tuas refeições, como se já estivesses a trabalhar.

2. Evita o sobreendidivamento

Os excessos cometidos nas férias pagam-se caro no início do ano escolar, especialmente para quem tem filhos. Os plafonds dos cartões de crédito são, historicamente, esgotados nesta altura e as dívidas geradas pelos elevados juros transformam o paraíso das férias num pesadelo. Repensa a tua estratégia, faz um orçamento antes das férias e segue-o à risca.

3. Faz uma escapadinha 3 semanas depós do teu regresso de férias

Guarda um dia de férias para fazer um fim-de-semana prolongado 3 semanas depois do teu regresso ao trabalho. Nesses 3 dias, passeia, descansa e desacelera o teu ritmo, revê os teus amigos e familiares. Cuida de ti, das tuas relações, observa os teus sintomas pós-férias e reequilibra-te.

4. Não tenhas pressa

No primeiro dia de trabalho no pós-férias, a tendência é ler todos os emails que chegaram nesse período e assoberbar-se com assuntos que, muitas vezes, já estão resolvidos. Começa devagar e não tenhas tendência para começar a sair tarde ou a levar trabalho para casa. Sê inteligente na hora de filtrar e gerir os emails, analisa com os teus colegas os assuntos que se encontram pendentes ou em curso, e foca-te naquilo que é prioritário.

5. Repensa a tua carreira

Se o regresso ao trabalho é deveras doloroso, se o teu período de férias é mais do que uma pausa e muito mais parecido com uma fuga, é porque o teu trabalho não te preenche e compensa. Não há férias que aligeirem um mau emprego. Repensa a tua carreira e procura um emprego que reflita as tuas paixões e o teu propósito de vida.

Faz sentido para ti? 🙂

Partilha também as tuas dicas pós-ferias de regresso ao trabalho. 😉

Carla Soares
Coach de Carreira

Sê o primeiro dos teus amigos a partilhar esta página!
  • 4
  •  
  •  
  •