A Paleta da vida!

Haverá maior cegueira, do que aquela que invade os que não querem ver?

Como seríamos, se não nos vendássemos?

Como seríamos, se nos entregássemos ao arco-íris da vida?

Sim, há cores, muitas cores!

Aliás temos uma paleta na nossa mão, sempre à mão.

Nela podemos experimentar os vários tons, brincar com eles.

Atenção!

O cinzento, o preto…também são cores.

E sim, também devemos aceitar que por vezes nos pintem os dias.

Se estivermos atentos, podemos receber o sorriso de uma criança.

Se estivermos atentos, podemos escutar o chilrear de um pássaro.

Se estivermos atentos, podemos cheirar o alecrim.

Se estivermos atentos, podemos abraçar alguém.

Se estivermos atentos, podemos pisar a terra fresca.

Se estivermos atentos, podemos ver os azuis do céu.

O que nos impede de dançarmos à chuva, se assim o desejarmos?

Podemos ser o quisermos SER.

E no entanto, sentamo-nos a chorar a nossa sorte!

No caminho, no esforço para alcançar, está o êxtase da vida.

Então conseguiremos amar cada minuto, cheios de gratidão.

Então conseguiremos ser nós próprios, a cores!

Ângela Rego (Foto)
Paula Cristina Castanheira (Texto)

Spread the love
  • 19
    Shares