Somos Bio: “Hortas Comunitárias”

Somos Bio: “Hortas Comunitárias”

Acabamos este mês típico de iniciar hortas ou até pequenas “jungles” em casa, conceito cada vez mais em voga, falando sobre outro tipo de hortas, não as individuais que todos podemos e devemos ter em casa, mas sim hortas partilhadas.

Desde as hortas sociais, orientadas para a subsistência alimentar, em complemento ao rendimento familiar e/ou fonte de receita, destinados a comunidades em risco de exclusão social ou, ainda, usadas para inclusão de grupos de risco, até às hortas recreativas ou ocupacionais orientadas para o recreio e contacto com a natureza e que podem, igualmente, ter um fim terapêutico para o apoio nos processos de recuperação médica, combate ao stress, a doenças do foro emocional, mental ou para o desenvolvimento psicomotor de pessoas portadoras de deficiência, temos um tipo de horta que está em proliferação pelos distritos portugueses, as chamadas hortas comunitárias.

São hortas atribuídas aos munícipes de modo gratuito mas sujeito a uma inscrição prévia, baseando-se em conceitos de agricultura biológica e sustentável, em terrenos municipais que estão equipados com ferramentas e respectivos abrigos, compostores e pontos de àgua. Tudo usado numa perspectiva de partilha de conhecimentos, experiências, de entreajuda e cooperação entre os cidadãos vizinhos que exploram em conjunto a horta da comunidade.

As vantagens para a sociedade são como referidas imensas, bem como o  aumento da produção local de produtos frescos, contribui ainda para a sustentabilidade ecológica pelo facto de que o transporte de alimentos entre produtor-consumidor ser reduzido.

Podemos ainda considerar que, com esta prática aumentamos o número de espaços verdes nas cidades e contribui-se assim para melhorar o ar que respiramos.

O hábito de cultivarmos a terra, sobretudo aquelas que se encontram ao abandono é também uma mais valia!

Agora podemos imaginar e explorar as cidades do futuro… é que além de hortas comunitárias ´patrocinadas’ pelas câmaras municipais, se por cada prédio ou casa houvesse também uma horta no telhado era ouro sobre azul.

Os telhados verdes estão a começar a instalar-se na contrução europeia, e acreditamos que não deverá demorar muitas décadas até ser uma realidade frequente e se instalem definitivamente!!!

 

Visita-nos em:

 

 

Loja: Rua Caetano Maria Batalha 3B, Almada
Telefone: 21 581 3417
Email: geral@somosbio.pt

E deixa-nos surpreender-te com a nossa simpatia e profissionalismo.

Spread the love
  • 10
    Shares
0