Equilíbrio: É tão importante dar como receber.

Diz o mestre: Muitas vezes é mais fácil amar do que ser amado. Temos dificuldades em aceitar a ajuda e o apoio dos outros. A nossa tentativa de parecermos independentes não permite que o próximo tenha oportunidade de demonstrar o seu amor. Muitos pais, na velhice, rouba aos filhos a oportunidade de dar o mesmo carinho e apoio que receberam quando crianças. Muitos maridos (ou esposas), quando são atingidos por certos raios do destino, sentem-se envergonhados por dependerem do outro. E, com isto, as águas do amor não se espalham. É preciso aceitar o gesto de amor do próximo. É preciso permitir que alguém nos ajude, nos apoie, nos dê forças para continuar. Se aceitarmos esse amor com pureza e humildade, vamos perceber que o Amor não é dar ou receber, é participar. Paulo Coelho, in "Maktub".

Sê o primeiro dos teus amigos a partilhar esta página!
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.