Livro – Livros com Voz

“Livros com Voz” é uma iniciativa maravilhosa que tem como objectivo a leitura para cegos e, da qual participo.

Esta é a primeira história que vos venho contar, espero que a possa transmitir bem e que a possam saborear!

A minha experiência como voluntária em “Livros com Voz” foi algo muito especial. Tinha editado o meu primeiro livro, o “Reino das Flores“, que inicialmente era para crianças mas que se transformou num conto a ser lido igualmente por adultos.

A minha amiga, e coordenadora deste projecto fantástico, lançou-me o desafio de ler o meu próprio livro na associação de cegos.

A falta de visão não é impeditivo para nada. Uns aprendem piano, outros já foram professores, uns aprendem esgrima e outros estudam os mais variados temas. Este é o meu público, culto, que gosta de aprender e nada os impede de viver uma vida em pleno. São lutadores natos sempre dispostos a novos desafios.

Estava um pouco nervosa. Este é público exigente, aprumados pela sensibilidade do ser!

Quando se lê para cegos, o silêncio faz-se sentir. Percorre devagar o espaço e, embeleza cada minuto da leitura.

Nós, os voluntários, encarnámos as personagens do livro que escrevi e tentámos ao máximo mergulhar em cada um deles! Quando terminámos, um silêncio maior se fez ouvir. Olhei timidamente para o público e vislumbrei um sorriso suave que se desenhava em cada rosto. Senti-me invadida pela emoção e quase chorei…

Os comentários não podiam ter sido melhores. As mensagens do livro foram claramente compreendidas e sentidas. Este público amoroso parecia conhecer-me há 1000 anos! Sentiram-me e escutaram a minha alma.

Quando se lê para cegos, o silêncio faz-se sentir. Percorre devagar o espaço e, embeleza cada minuto da leitura.

Na realidade, chego à conclusão que os cegos vêem nitidamente com os olhos do coração e, essa sim, é a melhor visão de todas! É um mergulhar em cada um de nós e para nós e, neste silêncio interior, encontrar a paz pessoal e o entendimento do outro!

Despertei assim para esta realidade. Viver a minha essência, e a do outro surge harmoniosamente… Tento vivê-la dia a dia!

Este foi a minha grande aprendizagem com os cegos… fecho os olhos e deixo-me guiar pelo olhar do coração.

Profunda gratidão a todos!

Alexandra Pinto Lopes

Conhece mais sobre a AAICA (Associação de Apoio e Informação a Cegos e Amblíopes):

Sê o primeiro dos teus amigos a partilhar esta página!
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.