A Minha Casa e Eu: Menos é Mais!

A Minha Casa e Eu: Menos é Mais!

“Menos é mais” é uma máxima que todos conhecemos e associamos ao estilo de vestir e à roupa. Mas pode – e deve – ser bem mais do que isso nas nossas vidas.

Decerto já ouviram falar na tendência Minimalista. Pois bem, não sendo uma defensora do estilo, concordo que acumulamos em casa centenas (se não milhares) de objectos obsoletos, inúteis, que nada mais fazem do que ganhar pó e tornar a nossa casa, a nossa mente e a energia que nos rodeia, mais densa e carregada.

Podemos perguntarmo-nos porque o fazemos? Porque guardamos como relíquias todo o tipo de coisas? Eu diria que tem várias razões: Umas, porque são memórias vivas de bons momentos (como bilhetes para concertos, colecções da Panini, ou livros infantis); outras que nos remetem para os “bons velhos tempos” e por isso guardamos filmes em VHS do “Dirty Dancing”; ou porque achamos que pode vir a fazer falta (como os intermináveis carregadores de telemóveis e cabos diversos, que já nem sabemos do que são, “mas que podem fazer-me falta, e depois não os tenho”).

A questão a ter em conta é que “guardar tudo” não é bom para a nossa energia! Temos de ter presente que, mesmo que se estes objectos ligados à memória não existissem, o sentimento, e alegrias vividas não deixarão de existir. O sentimento – ou evento – faz parte de ti. Além disso, continuar a olhar para trás tira-te tempo útil para viver novas experiências e apreciar novos momentos de alegria.

Posto isto, mãos à obra!

Em primeiro lugar, e para resultar, precisas de COMPROMISSO mas nada de radicalidades. Começar com pequenos passos, mas de forma consistente. Se te identificas com esta necessidade de “limpar armários e limpar energias” aqui fica:

  • Dedica meia hora por semana – em dia à tua escolha – para esta limpeza.
  • Escolhe uma caixa linda – que irás manter como a Caixa das Memórias – e nela guardar só o que é mesmo importante.
  • Faz da hora da limpeza uma hora agradável, abre as janelas, põe a tua música preferida… etc.

Leva contigo 4 coisas:

  • O saco do lixo – Para o que vai de facto fora.
  • O saco das dádivas – Para o que pode ser dado à caridade.
  • A tua Caixa das Memórias – Para guardar os verdadeiros tesouros.
  • Uma caixa ou saco para o “vou pensar” – aqui vais colocar o que ficar em duvida, e voltas a olhar para ele para a próxima vez. (Como disse atrás, nada de radicalidades).

Depois, comenta na página nosso facebook como te sentiste! 😀

Boas arrumações, Boas Energias e Vivam a Cores

Mariana

Spread the love
0