A que aula de Yoga hei-de ir?

coracao-yogaCom a influência dos vários tipos de Yoga que descrevi no texto “Os vários tipos de Yoga”, surgiram e têm vindo a surgir diversos tipos de práticas. Quem quer experimentar uma aula pela primeira vez, por vezes tem dificuldade em saber qual escolher, dada a variedade que existe hoje em dia.

O desafio de hoje é perceberes qual das práticas em baixo mais ressoa no teu interior e procurares um espaço perto de ti para praticares.

Hatha Yoga – É uma prática de Yoga introduzida por Yogui Swatmarama no seu livro Hatha Yoga Pradipika, aproximadamente no século XV na Índia. Este sistema de Yoga é o mais popular do mundo e é o sistema que deu origem a diversos outros estilos de Yoga. Na prática de hatha Yoga são utilizadas cinco técnicas: shatkarmas (técnicas de limpeza), asanas (posturas psico-físicas), pranayamas (técnicas de expansão do prana, da energia), mudras (são gestos sagrados para controlar e canalizar o fluxo de energia) e bandhas (são técnicas de retenção do prana, da energia vital)

Sivananda Yoga – É uma forma de hatha Yoga e foi desenvolvida por Swami Sivananda (1887-1963). Foi trazida pela primeira vez ao ocidente em 1957 por Swami Vishnu Devananda, um dos principais discípulos de Sivanda. A filosofia desta prática está resumida em cinco princípios: respiração adequada (pranayama), asanas (posturas), savasana (relaxamento), dieta vegetariana, pensamento positivo e meditação (vedanta e dhyana). É focada em 12 posturas básicas e inclui pranayama intenso.

Ashtanga Vinyasa Yoga – O Ashtanga Vinyasa Yoga é um método dinâmico de praticar asanas, utilizando as posturas tradicionais do Hatha Yoga numa sequência fluida e sem intervalos, sendo o mais exigente no plano físico de todos os métodos de Yoga que se conhecem hoje em dia. Começou a ser desenvolvido e ensinado na década de 30 do século XX por Sri Tirumalai Krishnamacharya (1888-1989), de Mysore, sul da Índia, e foi transmitido ao mundo pelo seu discípulo Sri K. Pattabhi Jois (1915-2009).

Viniyoga – Sri T. Krishnamacharya (1888-1989) desenvolveu um tipo de Yoga individualizado que passou a ser conhecido como Viniyoga, através do seu filho T.K.V. Desikachar (1938-2016). Este método enfatiza as necessidades individuais do aluno, dando ao praticante as ferramentas para atualizar o processo de autodescoberta e transformação de acordo com os seus objectivos, características e condição actual.

Yoga Integral – Criada pelo mestre Sri Aurobindo (1872-1950) em 1914, o Yoga Integral visa o auto-aperfeiçoamento do ser em todas as dimensões: física, emocional, mental e espiritual. É uma prática que utiliza as técnicas respiratórias, exercícios físicos moderados e meditação para ajudar os alunos a tomarem maior consciência de sua condição e melhorarem a sua qualidade de vida.

Kundalini Yoga – O Mestre indiano Yogi Bhajan (1929-2004) trouxe o Kundalini Yoga para o Ocidente em 1968. Ele fundou o 3HO (Organização Feliz, Saudável e Espiritual). Kundalini Yoga é uma prática de Yoga mais espiritual cujo objectivo principal é o despertar da kundalini: energia encontrada na base da coluna vertebral. Através da prática de posturas combinadas com exercícios de respiração (pranayama), retenção de energia (bandhas) e controlo e canalização do fluxo de energia (mudras), procura abrir e equilibrar os chakras (centros energéticos) para prevenir e curar doenças físicas e emocionais.

Iyengar Yoga – Foi criada em 1938 por B.K.S. Iyengar (1918-2014). Esta prática foca-se principalmente no alinhamento correto do asana, concentração nas ações internas e permanência. O aluno é corrigido com precisão em cada postura, com o objetivo de desenvolver a consciência das diferentes partes do corpo e de melhorar o fluxo de energia através do alinhamento. São utilizados recursos como cintos, blocos, cadeiras e almofadas durante a prática, que ajudam o aluno a esclarecer os processos dos movimentos.

Kripalu Yoga – É uma prática em três estágios desenvolvida pelo yogi Amrit Desai nascido em 1932 na Índia, mas que foi viver para os EUA na década de 60. Baseada nos ensinamentos do mestre Kripalvananda (1913-1981), os três estágios do Kripalu incluem: prática firme (alinhamento do corpo, respiração e a concentração); entrega (permanência nas posturas, superação de limites e o foco no processo interno de pensamentos e emoções); e meditação em movimento (eliminação de tensões do corpo).

Ananda Yoga – Ananda é um movimento espiritual em todo o mundo com base nos ensinamentos de Paramahansa Yogananda (1893-1952). Foi iniciado em 1968 por Swami Kriyananda (1926-2013), discípulo direto de Paramhansa Yogananda. Ananda oferece suporte para aqueles que procuram o crescimento espiritual e educação em técnicas de Yoga antigas para experimentar a alegria, amor e paz, bem como sentir a realidade do amor divino.

Bikram Yoga ou Hot Yoga – Foi criado por Bikram Choudhury, nascido em 1946 na Índia, que fundou a primeira escola na América do Norte em 1972, em San Francisco. Hot Yoga consiste numa série de 26 posturas e dois exercícios respiratórios feitos durante 90 minutos em uma sala aquecida a cerca de 37ºC. O objetivo é promover a eliminação de toxinas através da transpiração, facilitar a flexibilidade em posturas, relaxamento dos músculos e mente.

Yoga Restaurativo – O Yoga Reaturativo deriva do Iyengar Yoga. Uma das alunas de Iyengar Yoga, Judith Lasater, popularizou o Yoga restaurativo nos EUA na década de 70. É uma forma muito suave de Yoga que combina as posturas de Yoga com o uso de acessórios e induz a um relaxamento físico e mental profundo. Mentalmente e emocionalmente uma prática de Yoga restaurativo dá-nos uma sensação de harmonia e revitalização.

Power Yoga – Baseado nos estilos de Iyengar e Ashtanga Vinyasa Yoga dá ênfase aos asanas que requerem força e resistência. Sua criação é atribuída a Beryl Bender Birch, na década de 90, que adaptou os estilos acima numa prática vigorosa, encadeada por fluxos dinâmicos sincronizados com a respiração, mas menos exigente fisicamente que Ashtanga Vinyasa Yoga.

Anusara Yoga – Significa fluir com graça ou seguir o coração. Foi criada no ano de 1997 pelo norte-americano Johhn Friend. Une a filosofia tântrica, ancorada na valorização do bem, com princípios de alinhamento postural e meditações.

Acro Yoga – O Acroyoga surgiu na Califórnia, pelo Jason Nemer e Jenny Klein em 2006. A prática de Acroyoga envolve equilíbrio, trabalho em equipa, confiança e coordenação. É uma prática que requer alguma força e flexibilidade, mas acima de tudo expandir fronteiras, desafiar os medos e estabelecer a conexão e confiança com o outro.

E a lista continuava, mas a ideia que pretendo transmitir é que existem vários tipos de Yoga, mas o princípio, a essência é a mesma, um equilíbrio do Ser Humano como um todo e a plena consciência que a harmonia tem de ser encontrada no nosso interior, de dentro para fora.

Boas práticas…Até já. heart-coração

om Om Shanti om

Sê o primeiro dos teus amigos a partilhar esta página!
  • 15
  •  
  •  
  •