O simbolismo das posturas de Yoga

Ao pesquisarmos e aprofundarmos o estudo sobre os asanas (posturas psico-físicas, um dos ramos do Yoga), chegamos à conclusão que existem seguramente mais de 1000 asanas. Como já abordei no texto “As posturas de Yoga e os Animais”, os nomes das posturas do Yoga (os Asanas), podem ser traduzidas para a língua de cada país, mas o nome original de cada postura é escrito em sânscrito. Algumas das posturas são alusivas aos deuses hindus, pelas suas similaridades e simbolismo:

Natarajasana, a postura do dançarino Shiva – O nome desta postura está relacionado com a dança de Nataraj, uma das representações de Shiva, como o dançarino cósmico. Com quatro braços ele dança entre o fogo, símbolo da transformação e renovação enquanto pisa o anão da ignorância, pois ele através da sua dança destrói para que depois se construa algo novo, renovado. Shiva é considerado o pai do Yoga, devido ao seu poder de gerar transformações, físicas e emocionais, em quem pratica Yoga.

Anantasana, a postura de Vishnu – esta postura está directamente relacionada com uma das imagens tradicionais de Vishnu em que ele está deitado num sofá a sonhar com o Mundo e parece calmo , tranquilo, descontraído. Esta postura consiste no equilíbrio sobre um lado do corpo exigindo foco para que não se perca a estabilidade.

Hanumanasana, a postura do macaco – Durante os tempos mitológicos Ravana, o rei que presidia o Sri Lanka havia sequestrado a esposa de Rama, Sita. Na batalha que se seguiu para resgatá-la, o irmão de Rama, Laksmana, ficou gravemente ferido, e a única maneira de salvá-lo era com uma erva que crescia exclusivamente no Himalaia. Hanuman, o Deus Macaco, disse que conseguiria ir buscá-la e então deu um grande salto desde o sul da Índia até o Himalaia. Ele não tinha certeza de sabia que erva escolher, pelo que carregou toda a montanha dando um grande salto de volta até ao campo de batalha. Os curandeiros encontraram a erva em questão e a vida de Laksmana foi salva. Esta postura está então relacionada com o grande salto de Hanuman.

As posturas de Yoga são um Mundo sem fim, e se as explorarmos e aprofundarmos há mesmo muito para aprender.
Boas práticas.

Mafalda Vaz

om Om Shanti om

Deixe uma resposta